Comunidade Internacional condena assassinato de Matável